Dentro do Ventre do Inferno !

“Do ventre do inferno gritei” (Jonas 2:2). Por que o Senhor levou Jonas tão para o fundo? Ele estava no ventre do inferno vivo, suspenso nas trevas, balançando entre a vida e a morte. Por que um Deus de misericórdia faria um servo passar por isso? Eu creio que a história de Jonas mostra como Deus trata com servos desobedientes.

Jonas ficou nesse inferno por três dias e noites. Mesmo assim, ele não orou durante todo esse tempo. A tempestade não o colocou de joelhos; nem sua escaramuça com a morte no ventre da baleia. Só após três dias e noites lemos: “Então, Jonas, do ventre do peixe, orou ao Senhor, seu Deus” (2:1).

Por que Jonas não orou antes disso? Foi porque estava convencido de que “lançado estou de diante dos teus olhos” (2:4). Ele descreve Deus como tendo misericórdia de Nínive, mas não conseguia crer na mesma misericórdia para si mesmo. Ele achava: “Sou um homem morto. Não posso chegar mais ao fundo do que cheguei. Deus virou Suas costas para mim. Ele me odeia pelo que fiz”.

Nada poderia estar mais longe da verdade. Quando as escrituras dizem: “Deparou o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas”, a palavra deparou quer dizer embrulhou. Deus havia pego um grande peixe, e o instigou. Assim, quando Jonas foi jogado fora, o animal estava lá, pronto para engoli-lo. O Senhor ainda estava agindo.

Porém o diabo conseguiu enganar Jonas. Quem dirige as regiões do inferno, senão Satanás? Jonas grita: “Os que observam as vaidades vãs, deixam a sua própria misericórdia” (2:8). A tradução literal em hebraico diz: “Os que protegem ou defendem a mentira enganadora, roubam de si próprios a misericórdia”. É isso que aconteceu com Jonas. O engano a que foi levado lhe roubou toda esperança quanto à graça de Deus. Durante três dias e noites, ele foi levado a sofrer o efeito de um horrível engano. Satanás lhe disse: “Você fracassou. A vida agora acabou para você. A sua desobediência custou a vida de muitos que teriam se voltado para o Senhor. Nem mesmo Deus pode lhe salvar agora. Mesmo que sobreviva, ficará se arrependendo eternamente”.

A verdade é que Deus estava apressando Jonas para rumar a Nínive. Breve o profeta estaria novamente caminhando à luz do sol; estaria ousadamente pregando nas ruas como mensageiro escolhido.

O que Deus planejou demonstrar através da experiência de Jonas no ventre do inferno? Demonstra que Ele permite que os servos desobedientes enfrentem isolamento total de tudo que é santo e puro. Durante algum tempo Jonas conheceu como é sentir-se morto.

Tudo teve o objetivo de testar Jonas em sua desobediência. Deus não estava exigindo: “Agora você vai me obedecer, Jonas?”. Antes, Ele perguntava: “Nas palavras de quem você vai acreditar nesse terrível inferno, Jonas? Nas Minhas, ou nas palavras do diabo?”. Finalmente lemos: “Então, Jonas…orou” (2:1). “Quando, dentro de mim, desfalecia a minha alma, eu me lembrei do Senhor; e subiu a ti a minha oração” (2:7). Jonas correu de volta para os amorosos braços de Deus. Então testificou: “Do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz” (2:2). A decisão final é sua, se permanecerá assim, no pecado, ou se arrependerá e o Deus de toda misericórdia te concederá outra oportunidade.

Anúncios
Categorias: Esboços Sermões | Tags: , , , | 2 Comentários

Navegação de Posts

2 opiniões sobre “Dentro do Ventre do Inferno !

  1. Thaylane Aguiar

    Mensagem forte, tremenda!!

  2. Rodrigo Barbosa

    Quando olho para essa história de Jonas,chego a pensar que na vida de algumas pessoas escolhidas por Deus,uma vez que elas um dia disseram para Deus:”Eis me aqui” perderam seu livre arbítrio.Digo isso pois Jonas não queria levar a Palavra a cidade de Nínive,tanto é que ele “fugiu” para Társis e mesmo assim Deus fez com que ele voltasse para Nínive e executasse a vontade de Deus.
    Jeremias foi escolhido como profeta desde o ventre de sua mãe, mas a pergunta é: Se Jeremias ao longo de seu ministério não quisesse mais ser um profeta,será que Deus não iria intervir e fazer o mesmo que fez com Jonas,ou seja,fazer com que a sua vontade fosse cumprida através daqueles que Ele escolheu independente se estes queiram fazê-la ou não?
    Para muitos,esta questão que estou levantando é bobagem,mas estou sendo sincero e compartilho aqui esse meu pensamento.Quero deixar claro que não estou afirmando que esse meu pensamento está correto,apenas estou levantando outra hipótese.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: