Pentecoste !

Jesus disse aos Seus discípulos que permanecessem na cidade até que do alto fossem revestidos de poder.

A cidade era Jerusalém. O poder viria no “centro do poder”, e mudaria o significado de poder para sempre, tirando-o das potestades da religião, e derramando-o como chama divina que, simbolicamente, pousou sobre suas cabeças, mas que, existencialmente, ‘de-fato’, lhes incendiou para sempre a mente e o coração.

Galileus falaram em outras línguas e a Babel dos Homens foi confundida pela capacidade do espírito de ser comunicar em qualquer língua.

Em Babel, as almas se separaram pela arrogância do intelecto. No Pentecoste mostrou-se o caminho da re-comunicação entre os homens: as línguas do espírito.

Nós ministros do Evangelho precisamos ter o poder do Espírito Santo, porque de outro modo não seremos suficientes com os nossos próprios recursos para o ministério. Pois ninguém com as suas próprias possibilidades naturais, com a sua educação e com os seus conhecimentos se basta para o trabalho do ministério. Só o poder do Espírito Santo é o que importa; enquanto não dispuser dessa força, apesar de todas as suas realizações, o ministro será totalmente insuficiente. Foi por isso até os próprios apóstolos tiveram de se manter em silêncio, enquanto não lhes fosse concedido o poder; por isso, tiveram de esperar em Jerusalém, até receberem a promessa do Espírito, sem abrir a boca para pregar.

Anúncios
Categorias: Artigo, Esboços Sermões | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: